Onde comprar "Os meninos da Rua Beto"



Divirta-se com um livro diferente de todos que você já leu!

"OS MENINOS DA RUA BETO"

acesse:

http://inquietovagalume.blogspot.com.br/p/os-meninos-da-rua-beto.html

.

sábado, 23 de agosto de 2014

Casquinha de alho

História antiga contada por uma bisavó.

Havia uma mulher muito ruim que, ao morrer, foi diretamente para o inferno.
Muitos anos depois, seu filho - um homem bom - faleceu e foi para o céu. Lá chegando quis saber como estava a sua mãe.
“Infelizmente tivemos que mandá-la para o inferno. A quantidade e a gravidade dos erros que ela cometeu não nos deixaram alternativa.”
Sendo uma pessoa generosa, que já havia perdoado todas as maldades e abusos praticados por aquela que o tinha dado à luz, o homem pediu uma nova chance para a mãe.
“Aquela mulher não merece nada, mas abriremos uma exceção por você, que é uma pessoa de muitos méritos. Daremos uma nova chance, mas caberá a ela aproveitar ou não.”
Então lhe entregaram uma casca de alho.
“Vá até a beirada do inferno e chame a sua mãe. Diga a ela para segurar na ponta da casca, enquanto você a puxa para fora. Se conseguir chegar até a borda, ela estará salva.”
Mais do que depressa o homem foi ao local, chamou a mãe e lhe deu as instruções.
“Segure com força, mãe. Mas tenha cuidado, porque se a casca se romper a senhora cairá de volta e nunca mais poderei resgatá-la.”
Iniciada a subida, tudo estava indo bem. O homem puxava bem devagar, e lhe pareceu uma tarefa fácil porque o peso era pouco, mesmo depois que outras almas, ao assistir à subida da companheira de tormentos, seguraram em seus pés e foram sendo içados também.
Já estavam chegando à borda quando a mulher olhou para baixo e resolveu se livrar daqueles intrusos que se aproveitavam da situação. O filho era dela, a chance era dela e de mais ninguém.
Então balançou os pés para fazê-los cair. Nessa hora a casquinha se rompeu. Caíram todos.
O homem bom teve que se afastar dali e nada mais pôde fazer para ajudar a mãe.

Moral da história: seja generoso. E tenha cuidado com o que diz e faz: alguém pode estar lhe concedendo a sua última chance, mesmo sem você saber.

Imagem: http://www.wikiart.org

Nenhum comentário: